Pular para o conteúdo principal

PARAPSICÓLOGO E PARANORMAL

Parapsicólogo e Paranormal

Em: 15/01/2011

Parapsícologo é o profissional com formação específica. Conhece a parapsicologia como ciência que estuda os fenômenos paranormais. É um estudioso, um pesquisador desses fenômenos. Que aliás, pode ser um paranormal.

Agora, o paranormal é a pessoa que produz os fenômenos paranormais. É aquele que possui capacidade de percepção extra-sensorial, que se manifesta por meio da telepatia, da pré-cognição, da claripercipiência e da bilocação de consciência. Possui igualmente a capacidade de atuar com a mente sobre a matéria, a psicocinesia e a levitação.
Médium, nas doutrinas espiritualistas ou filosóficas, seria aquele que serve de meio ou intermediário entre a realidade normal ou natural e a realidade espiritual ou sobrenatural. Nesse caso o médium serviria como mero instrumento, quando se comprova que a paranormalidade é um fenômeno natural e pertence ao rol das potenciailiades humanas.
Isso não quer dizer que a parapsicologia, como ciência, negue a existência de uma realidade espiritual ou sobrenatural. Apenas isto: enquanto ciência, busca explicações naturais para fenômenos que ocorrem ao nível da realidade objetiva de nosso mundo e de nossa vida.
É bom ser paranormal?
Ser paranormal é tão bom quanto ser inteligente, possuir dotes artísticos, ser criativo. É bom como ser dono de uma grande usina elétrica. Ser paranormal é ótimo enquanto potencial. Mas é também uma grande responsabilidade.
E, as vezes pode ser até perigoso. Numa pessoa perturbada ou pessimista, negativista, esse potencial pode ser altamente destrutivo, como fios de alta tensão elétrica soltos pelo chão.
Texto extraído do livro do Dr. Pedro A. Grisa – PARANORMALIDADE Um potencial Mental – Edição de 2002. 


Parapsicologia

Em: 15/01/2011


A parapsicologia é conhecida como a ciência que estuda os fenômenos paranormais.
Agora, fenômenos paranormais são todos os fatos, acontecimentos ou eventos que extrapolam os limites que é considerado normal, regular ou comum. São, portanto, fatos extraordinários e fantásticos, como: visões, aparições, casas mal-assombradas, pessoas que parecem estar possuídas pelo diabo, espíritos ou entidade; sorte ou azar; pressentimentos; previsões e tantos outros.
Esses fenômenos acompanham toda a história da humanidade, em todos os continentes, nas diferentes culturas e civilizações. 
Durante séculos e milênios, esses acontecimentos estranhos e misteriosos sempre foram considerados fenômenos de ordem sobrenatural, isto é, manifestações de Deus e do Diabo, de almas penadas, de anjos, espíritos e outras entidades. 
Por serem considerados Fenômenos Sobrenaturais, somente as religiões tentavam explicá-los.
Não é porque a parapsicologia estuda os fenômenos Paranormais que ela deva ser vista como religião, doutrina mística ou filosófica. Como ciência que é, busca descobrir as leis naturais que regem a manifestação e o funcionamento desses fenômenos.


Quem sãos os paranormais?

Todos somos paranormais. O objetivo principal da parapsicologia é o estuda da mente humana, sendo os fenômenos paranormais apenas a manifestação do potencial mental.
O SISTEMA GRISA e seus pesquisadores descobriram que:
1. A paranormalidade em muitos indivíduos possui caráter hereditário, que pode ser observado na forma das mãos e dedos e outros sinais.
2. O desenvolvimento da paranormalidade pode ocorrer de forma espontânea, através do sofrimento intenso e profundo. Também a paranormalidade hereditária pode ser ativada ou intensificada pelo sofrimento.
3. Por outro lado, o desenvolvimento da paranormalidade pode ocorrer pela vivência da tranquilidade natural, como se observa entre os povos que habitaram, durante séculos, as florestas tropicais e sobtropicais.
4. A paranormalidade pode ainda ser desenvolvida pelo treinamento, através do relax e práticas de meditação.
Texto estraido do livro do Dr. Pedro A. Grisa – O PODER DA FÉ e PARANORMALIDADE. 7º edição. Editora IPAPPi. 2002. 

Postagens mais visitadas deste blog

ECTOPLASMIA OU MATERIALIZAÇÃO - A EXTERIORIZAÇÃO DA SENSITIVIDADE MEDIÚNICA

ECTOPLASMIA
É a produção de ectoplasma e dos efeitos psicofísicos decorrentes de seu uso. Nome pelo qual Richet designou as materializações fantasmáticas. Meyers empregou o termo ectoplasia, mas o termo ectoplasmia já está incorporado ao vocabulário espírita. Segundo um dos maiores estudiosos dos fenômenos psíquicos no Brasil, Dr. Hernani Guimarães Andrade, entre os termos materialização ectoplasmia, ele prefere o segundo, pois significa forma modelada exteriormente ao organismo do agente plasmador. Em particular, a substância dócil à modelagem é o ectoplasma, quando se trata de um fenômeno paranormal. O fenômeno de ectoplasmia pode dividir-se em três tipos: a - A psicoplastia, quando o ectoplasma assume formas diversas devido à ação psicocinética exclusiva do médium. b - A duplicação ectoplasmática, em que o perispírito do médium serve de organizador do ectoplasma, produzindo uma réplica do médium. c - A produção de agênere ectoplasmático, na qual o médium funciona apenas como doado…

SINTOMAS DA MOVIMENTAÇÃO DE ENERGIAS NO CAMPO ENERGÉTICO HUMANO

SINTOMAS DA MOVIMENTAÇÃO DE ENERGIAS NO CAMPO ENERGÉTICO HUMANO Pessoal, abaixo trago um texto do Wagner Borges e no final farei algumas considerações dentro do mesmo assunto que acho pertinentes. Por Wagner Borges (Considerar essa relação somente quando já excluídas todas as possíveis causas, físicas ou psicológicas, para os sintomas.) 1. Agulhadas 1.1 – Negativo: Ataque obsessivo consciente, caracterizado por pontadas grossas nas regiões dos chacras. 1.2 – Positivo: Pontadas finas no duplo etérico, patrocinadas por amparadores, com o objetivo de abrir e canalizar energias para finalidades variadas, como cura ou desenvolvimento energético. 2. Apatia 2.1 – Negativo: Doentes Extrafísicos: Assimilação simpática com entidade doente psicologicamente deprimida. Vampirismo: Evasão de energias, com conseqüente perda de vitalidade. Pode ser promovido por obsessores desencarnados bem conscientes, ou até mesmo por pessoas encarnadas, consciente ou inconscientemente. 3. Ardência nos Olhos 3.1 – Positivo: P…

OS NOMES SIMBÓLICOS DOS GUIAS DE UMBANDA

OS NOMES SIMBÓLICOS DOS GUIAS DE UMBANDA
Pesquisa Realizada por Maria de Fátima Gonçalves

Base de pesquisa “Teologia de Umbanda Sagrada” e “TRATADO GERAL DE UMBANDA”,
autor: Rubens Saraceni, Editora Madras

INTRODUÇÃO- O QUE É MISTÉRIO

Cada Guia Espiritual de Umbanda Sagrada é um iniciado no Mistério que seu nome
simboliza ou oculta.
Mistério é algo que em si mesmo traz as condições de realizar-se. Está em tudo e em
todos, como faculdade e poder ativos ou em estado potencial.
Um mistério está no princípio, no meio e no fim de tudo e de todos. Em algumas coisas,
está como qualidade intrínseca. Em outras está como qualidade extrínseca. Mas em todas as coisas está presente, ainda que não possamos identificar sua presença em nível material.
Mistério é algo que está em Deus e no que Ele criou, gerou e emanou. É algo que está
no Criador como uma de Suas faculdades e está na Sua Criação como Sua qualidade.
Exemplo: o Mistério direcionador: Em Deus, tudo é direcionado e tudo o que Ele gera
traz em si o sent…