Pular para o conteúdo principal

TERRORISMO MEDIÚNICO,UMA NOVA FORMA DE DESQUALIFICAR O TRABALHO DOS MÉDIUNS DESTEMIDOS.

img341374_ocultos

Terrorismo mediúnico, uma nova forma de desqualificar o trabalho de médiuns destemidos.


Uma corrente mais ortodoxa na comunidade espírita adotou essa expressão “terrorismo mediúnico” que vem sendo usada para designar as revelações mediúnicas que apresentam informações sobre os aspectos sombrios da maldade organizada no astral, como se, todo livro ou mensagem que trata desse tema, utilizasse de medo e de previsões apocalípticas para intimidar ou perturbar o povo.
Embutido no significado dessa expressão está também a ideia de que as mensagens mediúnicas necessitam tratar somente da alegria, da esperança e do conforto, e com esse argumento tentam invalidar a importância e a utilidade de informações que nos auxiliam a identificar as formas ardilosas e criativas que as trevas se utilizam para exterminar e paralisar as iniciativas do bem. Por meio de uma ardorosa defesa do tipo “devemos falar somente na luz”, muitos líderes e pensadores desmerecem o valor e a urgência das revelações sobre a maldade organizada.
É bem verdade que o consolo e o otimismo devem mesmo ser incentivados em todos os textos da doutrina, mas nós estamos em um momento de batalha, de definições, de guerra no mundo espiritual.
Será que quem alega a presença de terrorismo mediúnico tem vivido uma relação atualizada e contínua com os benfeitores para indagar, porque esses conteúdos estão sendo divulgados? Que experiência de relação mediúnica possui os defensores desse suposto terrorismo do além com os movimentos astrais sórdidos que tem por objetivos implantar e disseminar o mal na face na Terra?
O Espiritismo, sem dúvida, deve cumprir um papel social consolador, isso não deve significar que tenhamos que nos movimentar entre pétalas de rosas e noções de uma vida cor de rosa. Nos bastidores da imortalidade existe uma guerra e Jesus, que tanto amamos e chamamos de Mestre, pede todos os dias, por meio de servidores do amor, por gente destemida e corajosa para o front das lutas e desafios.
Onde está esse terrorismo mediúnico? Muito fácil ocupar uma tribuna espírita e achincalhar quem tem trabalhado e atendido o pedido dessa plêiade que trabalha pela limpeza da psicosfera terrena, sem a qual não teremos um mundo regenerado.
Que a gente incentive a esperança, apazigue as almas, leve a mensagem do conforto, mas é muito perigoso formalizar uma ideia como essa de terrorismo mediúnico, como se popularizar informações dessa ordem fosse um modo de manipular pelo medo.
Jesus fez um Sermão Profético e atemorizou com suas previsões. Ele estava errado? Não. Está tudo acontecendo. E ele não poupou palavras.
Terrorismo mediúnico, onde? Então, a pretexto de evitar o medo, vamos omitir o que está acontecendo? O que querem dizer com terrorismo mediúnico? Será que querem dizer que é mentira o que essas mensagens e livros divulgam? Na minha opinião nada mais é que uma forma de desrespeito ao trabalho mediúnico de médiuns corajosos, que estão tendo a ousadia de mostrar víboras e lobos em pele de cordeiro.
Outra coisa que costumam chamar de terrorismo mediúnico são as previsões catastróficas, inclusive aquelas feitas pelo respeitado Chico Xavier. Pois se alguém tem dúvidas que Chico tenha feito tais previsões, pode ter a certeza que isso é a pura verdade.
Sim, que a gente busque a esperança e promova tudo que pode ampliar a paz, mas, por favor, cadê esse terrorismo mediúnico?
Ser espírita em pleno momento de transição não pode significar ser uma “flor de estufa” e viver de mentalizações, orações, práticas mentais… Nada contra tais iniciativas, mas se queremos um mundo melhor precisamos de postura, realismo, informação sólida a respeito do que está acontecendo nos bastidores da corrupção e da maldade organizada nos dois planos da vida.
Podemos sim falar de filtragem mediúnica, da linguagem e outros aspectos que sempre teremos que melhorar como médiuns, mas usar a expressão terrorismo mediúnico, dando a ela um significado de desqualificação aos médiuns e aos conteúdos a respeito das ciladas trevosas é uma imaturidade, uma atitude de desrespeito.
Fonte:http://wanderleyoliveira.blog.br/terrorismo-mediunico-uma-nova-forma-de-desqualificar-o-trabalho-de-mediuns-destemidos/
img341374_ocultos

Postagens mais visitadas deste blog

ECTOPLASMIA OU MATERIALIZAÇÃO - A EXTERIORIZAÇÃO DA SENSITIVIDADE MEDIÚNICA

ECTOPLASMIA
É a produção de ectoplasma e dos efeitos psicofísicos decorrentes de seu uso. Nome pelo qual Richet designou as materializações fantasmáticas. Meyers empregou o termo ectoplasia, mas o termo ectoplasmia já está incorporado ao vocabulário espírita. Segundo um dos maiores estudiosos dos fenômenos psíquicos no Brasil, Dr. Hernani Guimarães Andrade, entre os termos materialização ectoplasmia, ele prefere o segundo, pois significa forma modelada exteriormente ao organismo do agente plasmador. Em particular, a substância dócil à modelagem é o ectoplasma, quando se trata de um fenômeno paranormal. O fenômeno de ectoplasmia pode dividir-se em três tipos: a - A psicoplastia, quando o ectoplasma assume formas diversas devido à ação psicocinética exclusiva do médium. b - A duplicação ectoplasmática, em que o perispírito do médium serve de organizador do ectoplasma, produzindo uma réplica do médium. c - A produção de agênere ectoplasmático, na qual o médium funciona apenas como doado…

SINTOMAS DA MOVIMENTAÇÃO DE ENERGIAS NO CAMPO ENERGÉTICO HUMANO

SINTOMAS DA MOVIMENTAÇÃO DE ENERGIAS NO CAMPO ENERGÉTICO HUMANO Pessoal, abaixo trago um texto do Wagner Borges e no final farei algumas considerações dentro do mesmo assunto que acho pertinentes. Por Wagner Borges (Considerar essa relação somente quando já excluídas todas as possíveis causas, físicas ou psicológicas, para os sintomas.) 1. Agulhadas 1.1 – Negativo: Ataque obsessivo consciente, caracterizado por pontadas grossas nas regiões dos chacras. 1.2 – Positivo: Pontadas finas no duplo etérico, patrocinadas por amparadores, com o objetivo de abrir e canalizar energias para finalidades variadas, como cura ou desenvolvimento energético. 2. Apatia 2.1 – Negativo: Doentes Extrafísicos: Assimilação simpática com entidade doente psicologicamente deprimida. Vampirismo: Evasão de energias, com conseqüente perda de vitalidade. Pode ser promovido por obsessores desencarnados bem conscientes, ou até mesmo por pessoas encarnadas, consciente ou inconscientemente. 3. Ardência nos Olhos 3.1 – Positivo: P…

OS NOMES SIMBÓLICOS DOS GUIAS DE UMBANDA

OS NOMES SIMBÓLICOS DOS GUIAS DE UMBANDA
Pesquisa Realizada por Maria de Fátima Gonçalves

Base de pesquisa “Teologia de Umbanda Sagrada” e “TRATADO GERAL DE UMBANDA”,
autor: Rubens Saraceni, Editora Madras

INTRODUÇÃO- O QUE É MISTÉRIO

Cada Guia Espiritual de Umbanda Sagrada é um iniciado no Mistério que seu nome
simboliza ou oculta.
Mistério é algo que em si mesmo traz as condições de realizar-se. Está em tudo e em
todos, como faculdade e poder ativos ou em estado potencial.
Um mistério está no princípio, no meio e no fim de tudo e de todos. Em algumas coisas,
está como qualidade intrínseca. Em outras está como qualidade extrínseca. Mas em todas as coisas está presente, ainda que não possamos identificar sua presença em nível material.
Mistério é algo que está em Deus e no que Ele criou, gerou e emanou. É algo que está
no Criador como uma de Suas faculdades e está na Sua Criação como Sua qualidade.
Exemplo: o Mistério direcionador: Em Deus, tudo é direcionado e tudo o que Ele gera
traz em si o sent…